Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





segunda-feira, 31 de agosto de 2015

0 Polícia Civil apresenta conclusão de inquérito sobre acidente na Raja

Paola Antonini, de 20 anos, perdeu uma perna após o acidente, ela estava junto com o namorado, a motorista que atropelou os dois estava embriagado



A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Acidentes de Veículos (Deav) do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG), apresenta, nesta segunda-feira (31), a conclusão do inquérito do acidente que teve como vítima a modelo Paola Antonini, de 20 anos, ocorrido na Avenida Raja Gabaglia, em dezembro de 2014.
Na madrugada de 27 de dezembro, Diandra Lamounier Morais de Melo, de 24 anos, chocou seu carro na  traseira de outro veículo, que estava estacionado. Na ocasião, a modelo e o namorado colocavam a bagagem no porta-malas do carro atingido.  Paola teve as pernas prensadas entre os carros e perdeu uma das pernas.
Diandra fez o teste do etilômetro, que registrou 0,53 miligramas de álcool por litro de ar alveolar. Outras informações serão repassadas à imprensa nesta segunda-feira (31), pelo delegado Rodrigo Otávio Gomes Fagundes.

Relembre
Paola e seu namorado foram atropelados no dia 27 de dezembro de 2014, em frente ao condomínio em que ela vive, quando o casal colocava as malas no carro para irem até o Rio de Janeiro, onde passariam o Ano Novo. O porteiro do condomínio contou à polícia que o Fiat 500 atingiu a traseira do Fiat Brava da jovem.
A modelo, que era muito conhecida por ter integrado a "Galera Capricho", teve a perna esmagada e foi socorrida para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, sendo transferida posteriormente para o Hospital Felício Rocho. Já o namorado da jovem teve ferimentos leves na perna.
A motorista do carro passou pelo teste do bafômetro, que indicou 0,53 mg/l, o que aponta a embriaguez. No momento do acidente, ela não portava a carteira de motorista. A suspeita, Diandra Lamounier Morais de Melo, de 24 anos, foi liberada do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) depois de pagar fiança de R$ 1.500. 

O TEMPO

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: