Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quinta-feira, 23 de julho de 2015

0 Moradores da Ocupação William Rosa fazem protesto em Contagem


Manifestantes querem avanço na negociação de habitações.
Segundo Trasncon, por causa de ato, trânsito ficou congestionado em vias.


Moradores da Ocupação William Rosa fazem na tarde desta quarta-feira (22) uma manifestação em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os manifestantes pedem avanço nas negociações com o Governo Federal e a Prefeitura de Contagem sobre as moradias do Minha Casa, Minha Vida.

Segundo a Transcon – companhia de trânsito de Contagem –, por causa do protesto, o trânsito estava congestionado, às 17h30, nas avenidas das Américas e Severino Ballesteros e na BR-040.
O coordenador da ocupação, Lacerda dos Santos, disse ao G1, neste horário, que o protesto já estava acabando e o objetivo era chamar a atenção das autoridades e da população. “A negociação está travada. Eles [Governo Federal, Prefeitura de Contagem e Ceasa] não querem homologar o acordo”, explica Lacerda. Cerca de 100 moradores participaram do ato, segundo o cordenador.

A Prefeitura de Contagem afirmou por meio de nota, que há um acordo para a desocupação pacífica do terreno e que a Ceasa Minas está a frente das negociações. A prefeitura disse também que disponibilizou um espaço de 10 mil m² para a construção de moradias às famílias.

Até as 18h10, o G1 não havia conseguido contato com a Ceasa e com a Secretaria Geral da Presidência da República.

A ocupação
A Ocupação Willian Rosa está no terreno da Ceasa Minas há mais de um ano e meio. É um local que não estava sendo usado há mais de 30 anos. São 210 mil metros quadrados, ocupados por 700 famílias. Houve uma ação de despejo, mas a negociação não avança e os integrantes continuam no terreno.

G1 MG

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: