Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





terça-feira, 2 de junho de 2015

0 Polícia ouve testemunhas e busca o assassino de estudante em MT

Isabella Cazado tinha 22 anos e foi morta a tiros em São José do Rio Claro.
Principal suspeito é o namorado da vítima, que está desaparecido.


Isabella Cazado foi morta em cidade de MT.
(Foto: Arquivo pessoal)
As polícias Civil e Militar realizam buscas nos municípios de São José do Rio Claro e Nova Mutum, respectivamente a 325 km e 269 km de Cuiabá, para prender o responsável pela morte da estudante de direito Isabella Cazado, de 22 anos. O principal suspeito do crime é o namorada da vítima, Roni Santos, de 23 anos. Ele está desaparecido. O médico que atendeu a jovem e uma tia do rapaz foram ouvidos nesta segunda-feira (1º) pela polícia, que deve pedir a prisão de Santos.
"Estamos com equipes trabalhando nas buscas e começamos a colher os depoimentos. Foram ouvidos o médico que a atendeu e a tia dele [do suspeito]. A vítima já chegou praticamente sem vida ao hospital", disse a delegada responsável pelo inquérito, Angelina de Andrade Ferreira, da Delegacia de Nova Mutum.
A delegada disse que assim que reunir mais provas e a certidão de óbito de Isabella vai pedir a prisão do namorado da universitária.
O crime aconteceu na noite de domingo (31), em São José do Rio Claro. A jovem foi atingida por dois tiros, sendo um no peito e um na cabeça, e morreu após dar entrada no hospital. Segundo a Polícia Civil, Santos atirou após uma discussão entre ele e a namorada, dentro do carro dele, depois que eles saíram de uma lanchonete.
Ferida, Isabella foi levada por Santos até a casa dele. Lá, o namorado pediu para que o próprio irmão, de 16 anos, levasse a jovem para receber atendimento médico. Santos, então, teria escondido o carro na casa da tia que foi ouvida nesta segunda-feira pela polícia, e fugido em uma moto.
Foi a tia dele quem chamou a polícia depois de ter visto o veículo. Dentro do carro os policiais encontraram projetéis e marcas de sangue. O irmão do suspeito também está desaparecido.
Ouvido pelo G1, um dos primos de Santos, Leonardo Costa, afirmou que as brigas entre o casal eram constantes.
Roni Santos é operador de máquinas em uma fazenda na região. Isabella cursava o 9º semestre do curso de direito no campus de Diamantino da Unemat (Universidade do Estado de Mato Grosso). O corpo da estudante foi enterrado na tarde desta segunda em São José do Rio Claro.

G1

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: