Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





sexta-feira, 5 de junho de 2015

0 Ex-mafioso italiano preso em Recife quer continuar no Brasil

O ex-mafioso italiano Pasquale Scotti, 56 anos, quer continuar morando no Brasil após sua prisão em uma ação da Interpol e da Polícia Federal do Brasil, informou seu advogado, Marcelo Bettamio, ao jornal “Folha de São Paulo”.

Segundo seu representante legal, o pedido se baseia no fato do italiano ser jurado de morte por rivais e porque quando ainda quando morava no país, na década de 1980, sua casa teria sido alvo de um atentado. Atualmente, Scotti está no presídio da Papuda, em Brasília, e agora aguarda o pedido de extradição do governo italiano.
Preso há uma semana, o ex-mafioso chefe de um dos braços da Camorra estava em fuga há 31 anos. Em dezembro de 1984, o italiano fugiu do hospital enquanto estava sob custódia policial e nunca mais foi visto em sua nação de origem. De acordo com a PF, ele vivia no Brasil há 28 anos.
Com uma longa ficha de acusações criminais, Scotti só entrou na mira da Interpol em 1990, quando foi condenado por mais de 20 homicídios cometidos entre 1980 e 1983. Antes de fundar a “Nova Camorra Organizada”, criada após a prisão do chefão da Camorra, Raffaele Cutolo, o italiano era considerado o “engenheiro” dos crimes e do braço armado do grupo.
UIPI
Fonte: Ansa

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: