Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





segunda-feira, 6 de abril de 2015

0 Sarzedo - Baile funk termina com 18 presos, além de armas e drogas no bairro Brasília

Aproximadamente 100 pessoas participavam do evento em comemoração ao aniversário de um traficante conhecido como Dede.


Um baile funk supostamente promovido por traficantes terminou com 18 pessoas presas no bairro Brasília em Sarzedo, na madrugada deste domingo (8). Drogas e armas foram apreendidas no evento que contou com a participação de integrantes da facção "Anjos Revolucionários".



Segundo a Polícia Militar,  denúncias anônimas deram contam que a festa, realizada em um sítio da rua Maria Luíza, no bairro Brasília, era realizada por criminosos. Militares do Batalhão Rotam e da 2ª Companhia de Missões Especiais foram ao endereço indicado.
Na entrada, eles encontraram um homem que prestava serviço de segurança armada. Ele portava um revólver calibre 38 que estava com a numeração raspada. O homem não tinha posse de arma e não pertencia a nenhuma empresa de escolta.
Já dentro do imóvel, alguns homens “ostentavam” armas de diversos calibres, como 38 e 9mm. Todos os participantes, incluindo adolescentes, passaram por buscas. Os militares encontraram com os suspeitos 17 papelotes e 70 pinos de cocaína e oito pedaços de maconha.
A equipe das Rondas Ostensivas Com Cães Adestrados (Rocca) foi acionada e, com a ajuda da cadela Jade, militares encontraram mais cinco pedaços de maconha no quintal.
Além dos entorpecentes e das armas, a polícia encontrou rádios de comunicação, que eram usados para monitorar a movimentação dos convidados e a aproximação de alguma viatura. Todos os suspeitos, com idades entre 41 e 18 anos, foram levados para a Delegacia de Plantão de Ibirité, também na Grande BH.
Cabelos pintados com sigla de facção Anjos Revolucionários
Ainda segundo a polícia, alguns dos participantes pintaram os cabelos para a comemoração. Nas cabeças, eles registraram a sigla “AR”, da facção Anjos Revolucionários.
Vizinhos do sítio informaram à corporação que os integrantes da AR são temidos na região pela forma cruel como agem e por “matarem” sem motivos.
com informações Ass. Com. PMMG e portal o Tempo

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: