Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





segunda-feira, 27 de abril de 2015

0 Mulher vai à polícia e registra boletim de ocorrência alegando que o marido não faz sexo

Uma brasileira de 31 anos surpreendeu a polícia de Hortolândia ao registrar um boletim de ocorrência alegando que seu marido não fazia sexo com ela. Eles se conheceram na igreja e se casaram depois de um mês.

Uma mulher identificada apenas como F.A.B.,de 31 anos, foi até a polícia de Hortolândia, São Paulo, e contou aos policiais que o marido não fazia sexo com ela. Além disso, alegou que o marido,  I.S.S., de 41 anos, foi embora levando vários utensílios domésticos do casal.

Os dois se conheceram durantes os cultos da Igreja Assembleia de Deus e se casaram depois de apenas um mês, mas a esposa pediu ao marido para sair de casa por não aguentar a falta de relações sexuais. O marido se defendeu dizendo que fez, sim, sexo com ela e, que os utensílios, eram presentes de casamento que ele iria devolver aos padrinhos.

“A gente se conheceu na igreja Assembleia de Deus e depois de um mês, nos casamos. Eu não sabia nada sobre ele, mas acreditei que era um homem de Deus… O pior cego é aquele que não consegue ver. Eu falei para ele procurar um médico para resolver isso, mas ele dizia que não tinha problema nenhum”, disse ela, que também se queixou dizendo que o marido era agressivo: “Ele andava batendo o pé pela casa, sem falar que no que ele botava mão, quebrava”.

“Eu nunca fui agressivo com ela. Desde o primeiro dia de casados ela já quis me botar para fora de casa, mas eu fiz tudo o que pude para resolver a situação. Deus está vendo as coisas como realmente são”, rebateu  I.S.S.

Eles se casaram no último dia 27 de março. Agora a polícia decidirá se um inquérito deve, ou não, ser aberto. As informações são do jornal ”TodoDia”.

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: