Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quinta-feira, 26 de março de 2015

0 BH - Holandês é preso por tentar subornar militares e suspeito de crimes cibernéticos

Um holandês foi preso em flagrante após tentar subornar policias militares, nesta quarta-feira (25), na Pedreira Padre Lopes (PPL), na região Noroeste de Belo Horizonte. Robert Patrick Gerritsen, de 41 anos, é suspeito ainda de crimes cibernéticos em seu país de origem. O homem confessou que, em certa ocasião, conseguiu roubar U€ 200 mil (euros). 
 
De acordo com a Polícia Militar (PM), policiais do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) faziam patrulhamento na rua José Bonifácio, quando avistou  Gerritsen em atitude suspeita dentro de um veículo Golf de cor branca. No banco de trás do carro, a corporação encontrou uma porção de maconha. 
Questionado sobre o que estava fazendo na PPL – local conhecido por tráfico de drogas –, ele alegou que buscava o caminho casa. O indivíduo explicou que mora em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, com esposa e uma filha, e que estava hospedado em um hotel no Centro de Belo Horizonte. 
 
O suspeito alegou que estava na capital mineira a trabalho e acabou confessando que foi indiciado na Holanda por crimes cibernéticos. Ele explicou que roubava senhas bancárias.
 
Durante a abordagem, a PM constatou ainda que o homem não tem habilitação para dirigir e que o seu passaporte está vencido. Gerritsen foi então informado que seria levado para uma delegacia da Polícia Federal para regularizar a sua situação.
 
Irritado com a situação, o holandês ofereceu R$ 60 mil aos militares para que fosse liberado. O homem afirmou que ofereceu a quantia por ser pequena em relação ao constrangimento que passaria na delegacia e que seria mais cômodo para os militares aceitarem o suborno. O indivíduo alegou que o negócio seria feito rapidamente: bastava acionar o seu advogado que o mesmo iria transferir o dinheiro para a conta dos PMs. Diante do fato, a corporação prendeu Gerritsen e o encaminhou para a Polícia Federal (PF). 
 
Na delegacia da PF, o holandês tentou novamente subornar um policial militar ofertando R$ 10 mil para que o seu automóvel não fosse apreendido.
O caso será investigado e o suspeito poderá ser indiciado por corrupção passiva.
 
O carro do homem foi removido para o pátio da prefeitura.
 
com informações portal HD
 

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: