Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

0 Itabira - Mulher assassina filhas e se mata em motel

Mulher estava desaparecida com as garotas desde dezembro, quando descobriu que tinha perdido a guarda de uma delas para o ex-marido
  
No quarto foram encontradas seringas injetáveis

 Um crime na noite desse domingo (11) chocou moradores de Itabira, na região Central do Estado. Uma mulher de 34 anos matou as duas filhas e, em seguida, se matou no interior do motel. O caso foi descoberto já durante a noite, quando os proprietários do estabelecimento desconfiaram do que acontecia no quarto.

A enfermeira Ana Flávia Marques Teixeira, 34 anos, se hospedou no motel localizado na rua Humberto Campos, no bairro João XXIII, durante a madrugada. Durante todo dia, ela fez pedido de bebidas e não solicitou nada para comer. Chegou a comprar duas doses de vodka e sucos. Funcionários contaram que ela pediu para ser acordada às 17 horas. Quando deu o horário, foram até lá, mas ninguém atendeu. 

A Polícia Militar foi acionada e então os crimes descobertos. As duas filhas de Ana Flávia - Maria Fernanda Marques Teixeira Batista, de 4 anos, e Anna Sofia Marques Teixeira, de apenas 9 meses -  estavam mortas em cima da cama e a mulher sem vida, dependurada próximo a uma janela. Na garagem, o veículo da mãe tinha várias bolsas com roupas.

Ana Flávia é natural de Sabará, mas morava em João Monlevade, onde trabalhava na Prefeitura local como motorista na Secretaria Municipal de Saúde. O delegado Paulo Henrique, da Polícia Civil de Itabira, disse que a mulher estava com um mandado de busca para que entregasse as crianças para o pai desde o final de dezembro. Eles são separados. Ela fugiu para não entregar as filhas. E agora aparecem todas mortas.

Após os trabalhos da pericia técnica, os corpos foram removidos ao necrotério do Cemitério da Paz, em Itabira. Os trabalhos médicos vão apontar as causas das mortes das crianças. No quarto foram encontradas seringas injetáveis, que apontam possibilidade de envenenamento. Mas também há a hipótese de que as meninas tenham sido afogadas.  

Enfermeira deixou bilhete e despediu de amigos
A enfermeira Ana Flávia Marques Teixeira, 34 anos, que foi encontrada morta junto a duas filhas na noite desse domingo, 11 de janeiro, em um motel de Itabira, se despediu de amigos e familiares e deixou um bilhete no local do crime. O recado afirmava que seu ex-marido foi o causador da tragédia. 

“Meu ex-marido acabou com a minha vida e com a vida das minhas filhas”, escreveu a enfermeira em um bilhete encontrado no quarto do motel. No papel ainda constava o número de telefone do pai dela e outros dois contatos.

Em contato com os policiais militares, o pai de Ana Flávia contou que, em data anterior, a mulher enviou uma mensagem a uma amiga por meio de áudio no aplicativo WhatsApp. Ela agradecia algumas pessoas, pedia desculpas e se despedia. 

Ana Flávia e as duas filhas, Maria Fernanda Marques Teixeira Batista, de 4 anos, e Anna Sofia Marques Teixeira, de apenas 9 meses, foram encontradas mortas na noite desse domingo. A mulher estava enforcada e as duas crianças sem vida em cima da cama.  A perícia da Polícia Civil encontrou seringas no local.
 

Com informações portal Defato

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: