Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

0 INSEGURANÇA RESULTA EM LUCRO? Por Subten Marinho

Ao ler a manchete: Suspeito tenta roubar correntinha de prata e acaba morto pela PM, em uma matéria de um jornal da capital, deu a impressão que seus redatores ou proprietários estão pouco se lixando para as milhares de vitimas de roubos, assassinatos e outros crimes cometidos na nossa capital.

Vamos analisar o caso, primeiro, uma correntinha de prata tem para o dono o mesmo valor que uma Ferrari. Segundo, o bandido não é suspeito, foi um caso concreto, estava armado e com violência tentou retirar um bem de um cidadão. Não importa o valor financeiro ou sentimental, é um bandido que vem cometendo este tipo de crime repetidas vezes, amedrontando com violência nosso familiares e amigos.

E o mais grave! Após ordem de parada o bandido sacou a arma e atentou com a vida dos policiais militares que representa o estado e o cidadão de bem. O policial que às vezes paga com a própria vida para defender a sociedade, recebe como recompensa uma manchete jornalística que incentiva a impunidade e a insegurança.

É triste ver os valores de uma parte dos meios de comunicação, que pouco está ligando para a vítima de uma ação criminosa, que se dane se o aumento da violência, qualquer coisa coloca a culpa na polícia, querem vender INSEGURANÇA PÚBLICA.

Em nome da justiça, a referida manchete deveria ser: APÓS ROUBO E TENTATIVA DE HOMICÍDIO BANDIDO É MORTO PELA PM. Mas isso não interessa, o que importa é vender cada vez mais. A imprensa deveria auxiliar as forças públicas a promover a segurança, contudo, o lucro está na promoção da insegurança.

Robson Marinho é Subten da Polícia Militar de Minas Gerais, criador e colunista do Plantão Policial MG.

* Os artigos assinados pelos colunistas são de inteira responsabilidade dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião do jornal. O Plantão Policial MG, democraticamente, abre esse espaço para que os colunistas tenham total liberdade para exporem suas opiniões nos textos sem nenhum tipo de censura. Os textos são pessoais e cada colunista escolhe o assunto que achar interessante, sendo responsável por eles.   

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: