Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

0 INVERSÃO DE VALORES

Num país onde morrem centenas de policiais defendendo a sociedade, onde a sociedade vive acuada, onde a insegurança e a corrupção impera, onde não se valoriza os princípios básicos de educação e não se respeita os valores familiares, quem esta vencendo essa guerra é a bandidada.


Tudo por causa de protecionismo e desvalorização da autoridade policial, oriunda de ações de autoridades e orgãos de imprensa que jogam todos os princípios constitucionais na lata de lixo.


Temos em Minas jornalistas renomados que acham que defendem a democracia quando na verdade suas ações apenas tentam desmoralizar as forças policiais. O episódio ocorrido na semana passada na rádio Itatiaia, no programa de Eduardo Costa descortina toda intenção da imprensa de querer determinar quando, quem e como a polícia mineira tem que atuar.


A desculpa foi de que o trabalho é sagrado e o local de trabalho igualmente, ou ainda que um estúdio fosse um consulado. O certo é que tentaram impedir a prisão de um suspeito de corrupção, quando policiais em ação legítima cumpriam determinação judicial.


Para corroborar com todo esse circo, a força política entrou em ação, o presidente da comissão de direitos humanos da Assembléia Legislativa, Deputado Durval Ângelo, que deveria dar respaldo ao Estado, amparando as ações legítimas de seus agentes, marcou audiência pública para discutir o caso em voga e talvez fritar os policiais que cumpriram seu dever com legalidade e sem abuso.


A assembleia é um patrimônio de todos os mineiros e deveria ser usada para apurar a corrupção em todas as esferas, inclusive contra membros da própria casa, é inadimissível para todos servidores da segurança pública que arriscam suas vidas diariamente para defender a sociedade mineira, assistir forças políticas promoverem atos que são contra todos os valores de proteger, servir e fiscalizar. Afinal com qual fim elegemos os representantes políticos? 

Robson Marinho

Subten da Policial Militar de Minas Gerais, criador e colunista do Plantão Policial MG.
 
* Os artigos assinados pelos colunistas são de inteira responsabilidade dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião do jornal. O Plantão Policial MG, democraticamente, abre esse espaço para que os colunistas tenham total liberdade para exporem suas opiniões nos textos sem nenhum tipo de censura. Os textos são pessoais e cada colunista escolhe o assunto que achar interessante, sendo responsável por eles.


Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: