Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quinta-feira, 13 de novembro de 2014

0 Irmãos de tenente viajam à BH para reconhecimento de ossada

 
Familiares da tenente da Aeronáutica Mirian Márcia Rodrigues Tavares, de 42 anos, que está desaparecida desde maio deste ano, estão vindo de Varginha, no Sul de Minas, para Belo Horizonte, para reconhecer uma ossada encontrada na tarde de quarta-feira (12). Os restos mortais estavam próximo do Palio Cinza, placa HNY-3582, pertencente a oficial, que foi achando em um barranco.
 
O veículo, conforme a polícia, foi localizado na altura do km 46 da BR-356, na Serra de Itabirito, região Central do Estado. O irmão da tenente, Rique Tavares, juntamente com outro irmão, estão trazendo exames da arcada dentária  da militar para o reconhecimento do cadáver.
 
"São quase sete meses de angústia. Esperávamos encontrá-la viva, mas, se for ela, poderemos dar um ponto final a essa dor e também fazer uma homenagem para minha irmã", declarou Rique.
 
Mistério
 
O carro de Mirian foi encontrado por dois funcionários de uma empreiteira que realiza obra de um muro de arrimo para contenção em frente a uma ribanceira. Eles esperavam um ônibus para ir para Itabirito e viram um brilho na mata. A dupla desceu o barranco e encontrarou o veículo e alguns documentos da tenente. No entanto, não sabiam do que se tratava. 
 
Os homens subiram até a estrada e foram ao posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), onde comunicaram a descoberta. Os militares foram com os operários no local e encontraram a ossada. O Corpo de Bombeiros e Polícia Civil foram acionados.
 
A ossada, que estava com um vestido, estava a 10 metros do carro. A suspeita é que o corpo tenha sido arremessado no possível acidente. Um segundo automóvel, um Renaul Megane, também foi localizado na área, mas ele estaria há mais tempo no local e não teria relação com o caso da tenente.
 
Desaparecimento
 
A tenente da Aeronáutica Mirian Márcia Rodrigues Tavares desapareceu no último dia 3, após deixar sua casa no bairro Prado, região Oeste de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Civil, ela saiu da residência levando apenas o carro e o documento do automóvel, um Palio Cinza, placa HNY-3582.
 
A corporação informou que a tenente chegou a fazer um depósito para a irmã antes de sumir e que deixou uma carta para a família. No entanto, o teor do recado não foi divulgado. Segundo informações da Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida, as últimas ligações feitas pela tenente estão sendo investigadas e sua conta bancária monitorada. 
 
A assessoria da Aeronáutica esclareceu que a integrante da corporação desaparecida atua como engenheira eletricista na Subdivisão de Infraestrutura do CIAAR. Ela está há cerca de seis meses a serviço da Força Aérea Brasileira, que também dá auxílio nas buscas. Além disso, a equipe do CIAAR presta apoio à família da oficial.
 
Além disso, o nome da militar foi inserido na lista "Difusão Amarela" da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol), que busca por pessoas desaparecidas ou impossibilitadas de se identificarem nos 190 países abrangidos pela instituição.
 
Com informações portal HD

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: