Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





segunda-feira, 2 de junho de 2014

0 Polícia prende dez integrantes de quadrilha que comandava o tráfico em Matozinhos

Dez integrantes de uma quadrilha criminosa acusada de diversos crimes, como lavagem de dinheiro, corrupção de menores, comércio ilegal de armas, homicídio, extorsão e constrangimento ilegal, além de comandar o tráfico de drogas em Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram presos pela Polícia Civil durante a Operação João de Barro.
 
Conforme a polícia, a maioria dos suspeitos foram detidos em Matozinhos e Ribeirão das Neves. Já Diogo Silva Ribeiro, de 31 anos, e Lílian Lopes de Oliveira, de 35, apontados como sendo os líderes de uma organização, foram presos em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.
 
Eles foram trazido para Belo Horizonte, onde desembarcaram no aeroporto da Pampulha, no Hangar da Polícia Civil, na tarde deste domingo (1º). De acordo com o órgão, o casal atuava no crime há 20 anos. Após o desembarque, o casal seguiu sob escolta policial para o Instituto Médico-Legal (IML), onde Diogo e Lílian seriam submetidos a exame de corpo de delito. Na sequência, Diogo será encaminhado para o Presídio de Matozinhos e Lílian para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Centro-Sul.  
 
Todos os envolvidos estavam com prisão preventiva decretada pela Justiça, a pedido do delegado Luiz Bezerra, da Delegacia de Matozinhos, que comandou a operação. O cumprimento dos diversos mandados de busca, também determinados pela Justiça, ocorridos durante a Operação João de Barro, resultaram ainda apreensão de três quilos de maconha, cerca de 1,5 quilo de crack, balanças de precisão e R$ 22 mil em dinheiro. Todo o material foi encontrado na casa de José Lúcio de Jesus, de  52 anos, ex-companheiro de Lílian, que também está preso. 
 
A organização criminosa tinha como integrantes outras cinco pessoas, além do casal e dos 10 já presos.

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: