Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





sábado, 7 de junho de 2014

0 Patos de Minas ganha reforço de segurança com 16 novas câmeras do Olho Vivo

O sistema de videomonitoramento foi apresentado em solenidade nessa quinta-feira (05/06). Investimentos do Governo de Minas são de R$ 1,23 milhão

O município de Patos de Minas, na região do Alto Paranaíba, passa a contar com um novo instrumento de prevenção à criminalidade. O município recebeu 16 câmeras de videomonitoramento do Olho Vivo, que foram instaladas na região central da cidade, com o objetivo de reduzir a incidência de crimes, principalmente furtos e roubos.
O sistema foi lançado durante uma solenidade realizada nessa quinta-feira (05/06), que ocorreu na 86ª Companhia de Polícia Militar e contou com a presença do secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, do prefeito municipal, Pedro Lucas Rodrigues, e do comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Márcio Martins Sant´Ana.

Para que a tecnologia chegasse até o município, foram realizados investimentos de R$ 1,23 milhão pelo Governo do Estado e a prefeitura também investirá cerca de R$1,14 milhão ao longo de 10 anos, arcando com o custo referente ao pagamento de pessoal, energia e manutenção do sistema, depois de finalizada a garantia.

De acordo com o secretário Rômulo Ferraz, a instalação das câmeras de videomonitoramento atende a um pleito feito há cerca de dois anos pelas lideranças policiais e pela comunidade de Patos de Minas. “Nos locais onde o Olho Vivo já foi implantado, houve redução de aproximadamente 30% nos crimes contra o patrimônio, que são os que mais incomodam o cidadão”, falou.

Além de Patos de Minas, também receberão as câmeras os municípios de Araguari, Divinópolis, Uberlândia, Paracatu, Ituiutaba e Unaí, totalizando um investimento de R$12,3 milhões pelo Governo de Minas.

O policiamento realizado por meio do sistema de videomonitoramento  age como importante ferramenta de prevenção, uma vez que trabalha a partir do monitoramento constante da criminalidade, com acompanhamento de profissionais habilitados a efetivar a atividade.

Para a escolha dos locais onde as câmeras serão instaladas, a Polícia Militar utiliza critérios como a existência de grande fluxo de pessoas e a incidência de crimes repreensíveis com o uso das câmeras. “Essa é uma iniciativa exitosa, que amplia a capacidade da Polícia Militar de prevenir a incidência criminal. O objetivo é que a intervenção da polícia seja cirúrgica, oportuna”, explicou o coronel Sant´Ana.

A central de monitoramento funcionará em um imóvel cedido pela prefeitura. Para a reforma do prédio foram investidos R$145.500,00, advindos de recurso do executivo municipal e de diversos parceiros. Além da central, funcionará, no lugar, o COPOM, da Polícia Militar, e haverá espaço para que, futuramente, possam ser instaladas unidades da Polícia Civil, Samu e Corpo de Bombeiros.

Com informações Agencia Minas

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: