Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





terça-feira, 17 de junho de 2014

0 Manifestantes protestam na Savassi contra FIFA e PM garante a paz

Segundo Assessor de Comunicação da PM, "o cidadão pode manifestar pacificamente, do nosso lado, seremos a sombra deles."

Foto- Wesley Rodrigues/Hoje em Dia
Em dia de jogo de Copa do Mundo no Mineirão e também da Seleção Brasileira, a Polícia Militar novamente promove a paz social da capital, ao repetir a estratégia de limitar o espaço dos manifestantes e garantir o direito a protesto pacífico.

O ato começou no início da tarde na Avenida Getúlio Vargas com Avenida Cristóvão Colombo, a PM fez um cordão de policiais para separar manifestantes de turistas e torcedores e também para evitar a depredação de patrimonio público e privado pelos vândalos infiltrados.

Mais tarde, algumas mulheres fizeram um cordão em frente à linha do cerco da Polícia Militar, e tiraram as blusas, mostram o sutiã e frases escritas pelo corpo. 



Durante a partida da seleção Brasileira que era transmitida próximo da manifestação, houve entre os manifestantes várias apresentações artísticas e até jogo de futebol no asfalto. Aproximando o final do jogo, houve assembléia para decidir sobre o destino do protesto.

Por volta de 18 horas decidiram que fariam passeata percorrendo bares da região, a tropa de choque se posicionou e não permitiu o avanço do grupo, que irritado começou a protestar contra a Polícia Militar. Mas após verbalização, os manifestantes começaram a se dispersar em pequenos grupos, sem ser necessário uso de gás ou confronto.

Após manifestação pacífica de pouco mais de seis horas na Savassi, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, as pessoas que protestavam começaram a se dispersar por volta das 18h30 e se misturaram com os torcedores que assistiam à partida entre Brasil e México.


Segundo o tenente coronel Alberto Luiz, porta-voz da PM mineira, houve um pouco de tensão apenas no fim do ato. "Quando eles tentaram se locomover para a praça da Liberdade houve um pouco de tensão. Mas a tropa os acompanhou  e usamos a tática do envelopamento para evitar problemas", afirmou o militar.

O porta-voz da Polícia Militar completa: "O que a PM está dizendo é: querem se manifestar? Vai ser do nosso lado. Nós seremos a sombra deles, e isso vai continuar sendo feito." 
Da Redação

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: