Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





terça-feira, 10 de junho de 2014

0 Governador e PM avisam que manifestação violenta será reprimida

 A jornalista Luiza Muzzi mostra em matéria do Jornal O Tempo de hoje (10), o posicionamento da PM e do Governador do Estado, quanto às manifestações que ocorrerão durante a Copa, a ordem é garantir o protesto pacífico e reprimir qualquer manifestação violenta respeitando o uso progressivo da força. Veja abaixo:

Ao mesmo tempo em que garantiu nessa segunda que os manifestantes pacíficos estarão protegidos, a Polícia Militar de Minas Gerais informou que vai endurecer a repressão contra quem praticar crimes de depredação ou vandalismo durante a Copa do Mundo em Belo Horizonte. Segundo comandantes da corporação, o direito à livre manifestação ficará garantido, mas a força física será empregada para impedir casos de resistências. 


“O ano passado foi um aprendizado. Ninguém no país esperava eventos naquela dimensão, e a PM agiu protegendo a pessoa como prioridade. Agora o cenário mudou. A minha tropa não vai permitir a prática de qualquer tipo de crime, seja contra patrimônio ou pessoa”, afirmou o novo chefe do Comando de Policiamento Especializado da PM, coronel Ricardo Machado. Ele assumiu o cargo após o pedido de demissão do coronel Antônio de Carvalho na semana passada, a oito dias da abertura do Mundial.

Segundo o comandante, o diálogo vai prevalecer, mas a força será usada sempre que preciso. “A própria sociedade me deu esse poder de atuar com energia quando for necessário, logicamente dentro do limite estabelecido”, frisou. 

Comandante-geral da Polícia Militar, o coronel Márcio Martins Sant’Ana confirmou o posicionamento. “O endurecimento em reprimir algum tipo de manifestação violenta de vândalos sempre vai respeitar o uso progressivo da força. Se com a parlamentação e a presença dissuasora conseguirmos resolver, ótimo. Mas se for necessário usar força física para quebrar resistência, o faremos”.

No ano passado, durante as manifestações de junho, a Polícia Militar de Minas chegou a ser criticada por ter “assistido” a depredação de vários estabelecimentos comerciais, principalmente na avenida Antônio Carlos, por onde dezenas de milhares de pessoas fizeram passeatas. 

No local, diversos comerciantes já instalaram tapumes na porta das lojas, na tentativa de se proteger. Para este ano, o coronel Sant’Ana garante que a polícia está preparada para tudo que envolver a Copa, desde prestar orientações a turistas até garantir a segurança das pessoas nos deslocamentos até o Mineirão, sem se esquecer da manutenção da rotina dos bairros.
 
Governador tem mesma opinião que Comandantes da PM


Presente na solenidade de aniversário da Polícia Militar, onde foram apresentados os 3.000 homens integrantes do Batalhão Copa, o governador Alberto Pinto Coelho também fez questão de dizer que os policiais estão preparados para identificar as “situações extremas” que vão exigir o uso da força.

“Nossa polícia está preparada para conter qualquer abuso. Tenho a convicção de que vamos ter uma Copa tranquila, e que o Brasil e Belo Horizonte serão vitrines para todo o mundo”, ressaltou o governador. “Torço para a seleção canarinha dentro do gramado. Fora do gramado quem vai jogar um bolão são nossas forças policiais”. 

Questionado sobre a saída repentina do coronel Carvalho, na semana passada, o governador voltou a negar qualquer tipo de desentendimento do comandante com o governo, explicando que houve uma “decisão de ordem pessoal” do coronel.

Plantão com Jornal O Tempo
 

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: