Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





sexta-feira, 13 de junho de 2014

0 Após vandalismo, Secretário diz que Polícia agirá com rigor

O Secretário de Estado de Defesa Social de Minas Gerais disse que a polícia terá posição severa no que diz respeito à preservação da vida humana e do patrimônio. 

 O Secretário de Estado de Defesa Social de Minas Gerais, Rômulo Ferraz, disse hoje (13) em entrevista ao programa Bom Dia Minas da TV Globo Minas, que houve uma dispersão e disseminação de baderneiros pelas ruas de Belo Horizonte e, por isso, “faltou um pouco de mobilidade e agilidade da tropa para fazer mais prisões”.

Para os próximos jogos da Copa do Mundo, segundo Ferraz, serão estudadas estratégias para fortalecer a segurança na capital mineira, Ainda de acordo com o secretário, haverá um acompanhamento de concentrações a partir das movimentações feitas nas redes sociais para que a polícia atue ostensivamente e evite depredações, como as ocorridas na quinta-feira, na Região Centro-Sul de BH. Ele disse também que a Polícia Militar (PM) agiu dentro da medida, usando balas de borracha, porque houve um enfrentamento entre manifestantes e corporação na Praça da Liberdade.

O secretário alertou que, infelizmente, quebradeiras podem ocorrer, mas que a PM, por decisão do governo, agirá com rigor. O secretário disse ainda que os grupos mascarados não fazem manifestação e, sim, promovem a destruição de patrimônios públicos e privados.

Disse ainda que a polícia terá posição severa no que diz respeito à preservação da vida humana e do patrimônio. Ainda segundo ele, nesta sexta-feira haverá uma reunião com o comando da Polícia Militar, além de um balanço do que ocorreu na quinta para que ajustes sejam feitos. O secretário explicou que há um efetivo de 12 mil policiais militares nas ruas e que PMs do interior vieram para a capital com o objetivo de reforçar a tropa.

Com relação às 15 pessoas detidas, ele comentou que todas foram conduzidas para a Delegacia Regional Noroeste com o propósito de facilitar os trabalhos policiais. O secretário disse que normalmente as pessoas não ficam presas por causa da legislação, e crimes como danos a patrimônios, desacatos e lesões leves são considerados de pequeno potencial ofensivo e, normalmente, são passíveis de concessão de fiança e outros benefícios.

Assista a reportagem:
http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2014/06/faltou-agilidade-da-tropa-para-fazer-mais-prisoes-diz-secretario-de-mg.html

Com informações portal G1

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: