Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quarta-feira, 14 de maio de 2014

0 Secretário de Defesa Social diz que manifestações serão isoladas durante a Copa

Deputados se reúnem com secretário de Defesa Social para tratar de estratégias de segurança no Mundial.

Estratégias de segurança para a Copa do Mundo, previstas pelo Executivo estadual, 
foram apresentada aos deputados - 
Foto: Pollyanna Maliniak
Representantes do Poder Judiciário, das Polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG) e deputados se reuniram, na manhã desta terça-feira (13/5/14), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), com o secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz. 
O objetivo foi conhecer as estratégias de segurança previstas para a Copa do Mundo. O encontro se deu em reunião fechada da Comissão de Segurança Pública e atendeu a requerimento dos deputados João Leite (PSDB), Cabo Júlio (PMDB) e Sargento Rodrigues (PDT).
De acordo com o secretário, a expectativa é de que as manifestações populares sejam isoladas durante o Mundial, ao contrário do que se viu durante a Copa das Confederações no ano passado. Para ele, a violência e o vandalismo recorrentes em 2013 afastaram as famílias que foram às ruas. “Se houver manifestações, serão promovidas por grupos organizados e sectários, e até podem ser mais violentas. De qualquer forma, o Estado está mais preparado e há um planejamento de segurança que irá garantir a tranquilidade a turistas e cidadãos que irão frequentar a cidade no período”, afirmou.
Rômulo Ferraz garantiu, ainda, que será disponibilizado um contingente de 12 mil homens, sendo que alguns deles podem ser deslocados do interior para a Capital. “A operação começa já no dia 23 de maio, para que possamos receber bem os turistas que porventura chegarem ao Estado com antecedência”, salientou.
Falta de equipamento de segurança preocupa parlamentar
O deputado Cabo Júlio se disse preocupado após a reunião. Segundo ele, não há garantia de que todos os policiais militares terão equipamentos de segurança individual. Ele alegou que o Estado ainda dependeria da liberação de recursos da União para adquirir coletes balísticos. “Estamos a menos de 30 dias da Copa do Mundo e não temos essa certeza. Pior que isso, não há plano B, e um documento da própria corporação recomenda que os policiais ignorem a validade dos coletes. Saio assustado deste encontro”, disse. Apesar disso e de afirmar que as Polícias Federal e Rodoviária não devem fazer parte das estratégias de segurança para o evento, de modo geral ele gostou do planejamento apresentado pelo Estado.
Questionado sobre as afirmações do deputado Cabo Júlio, o secretário Rômulo Ferraz negou que haja risco de falta de equipamentos de segurança para os policiais. De acordo com ele, desde dezembro do ano passado a Polícia Militar adquiriu 23 mil coletes com validade de cinco anos. “A corporação tem como remanejar equipamento em caso de necessidade. Estamos tranquilos quanto a isso”, concluiu.
Plantão com Almg

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: