Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





terça-feira, 20 de maio de 2014

0 Preso bandido que matou o Sd Neves em BH

O segundo suspeito de atirar e matar o soldado da Polícia Militar (PM) André Luiz Lucas Neves, de 27 anos, durante um assalto na última sexta-feira (16) no bairro Ouro Preto, na região da Pampulha, foi preso hoje a tarde (20).
 

Wilson Guimarães Filho, de 25 anos, se apresentado à polícia, acompanhado de seu advogado e está sendo ouvido na sede da Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) do Centro de Belo Horizonte.
 
Segundo informações de familiares, Wilson estaria com medo de retaliações por parte da polícia e, por isso, não teria se entregado antes. Ele é acusado por José Henrique da Silva Bento, de 30 anos, preso na última sexta-feira, de ter atirado contra o soldado André Luiz. Entretanto, Wilson nega a informação. 
 
Ele está com um ferimento no rosto, que seria resultado de uma coronhada dada pelo militar durante luta corporal na última sexta, e será apresentado à imprensa ainda nesta noite. Com ele, a polícia recuperou a pistola do militar morto com vários cartuchos. 
 
Ainda conforme a Polícia Civil, o suspeito já havia ficado preso por cinco dias ao ter sido flagrado com um veículo clonado. Enquanto menor de idade, ele também já havia sido apreendido por furto e roubo.
Reveja o Caso
 
Na noite da última sexta-feira (16), no bairro Ouro preto, o Soldado André Luiz Lucas Neves foi baleado durante um assalto no bairro Ouro Preto. Ele estava de folga, à paisana, com um amigo em bar na avenida Fleming e, quando deixava o estabelecimento, percebeu que três homens tentavam assaltar uma vítima e reagiu.
 
Segundo informações da PM, André Luiz chegou a lutar com os bandidos, mas durante a briga levou dois tiros. Atingido na cabeça e nas costas, ele foi socorrido e levado ao Hospital Odilon Behrens por uma viatura policial, mas não resistiu.

No dia, José Henrique da Silva Bento, de 30 anos, foi preso e Ítalo Pedrosa de Souza Júnior, de 22 anos, e Wilson Guimarães fugiram em um Peugeot preto rumo à Pampulha. O carro foi abandonado na região e, dentro do veículo, a polícia encontrou Ítalo, conhecido como "Júnior Negão", já morto. A suspeita é a de que os dois assaltantes discutiram durante a fuga, e Wilson tenha atirado na cabeça do comparsa. 
 
Manifestação
 
Devido a esse acontecimento, No último domingo (18), centenas de policiais compareceram ao sepultamento do irmão de farda e depois fizeram uma manifestação em homenagem ao soldado.
 
Na próxima sexta-feira, foi marcada uma nova manifestação, com uma reunião para discutir medidas que possam melhorar a qualidade de vida dos PMs. O encontro será às 14 horas, na Praça da Assembleia, em Belo Horizonte. A data foi escolhida coletivamente durante a manifestação e coincide com o dia da missa de sétimo dia do policial André Luiz Lucas Neves.  

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: