Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quinta-feira, 29 de maio de 2014

0 PM quer ouvir população, juntos vamos trazer segurança a região

A revitalização da praça Diogo de Vasconcelos, conhecida como praça da Savassi, na região Centro-Sul da capital, completou dois anos neste mês, mas sem comemoração por parte de comerciantes e moradores. Muitos reclamam da violência, da falta de policiamento e da crescente presença de pessoas em situação de rua. A Polícia Militar (PM) vai montar nesta quinta uma estrutura no local para ouvir as queixas da população e promete intensificar o patrulhamento nos pontos mais críticos.
Nesta quarta, ao visitar o bairro, a reportagem flagrou um furto na praça, por volta das 13h. Uma mulher que almoçava na parte externa de uma lanchonete foi surpreendida por um ladrão, que levou o celular que estava sobre a mesa. O rapaz fugiu correndo e não foi preso.

Conforme o comandante da 4ª Companhia da PM, que atende à região, major Marcellus Machado, os crimes contra o patrimônio são os mais frequentes na Savassi, como furtos de celulares e arrombamento de carros. No entanto, ele garante que a violência está controlada no bairro, embora não revele o número de ocorrências.

Já a população diz que a sensação de insegurança aumentou muito desde que a praça foi revitalizada. “Cada dia cresce mais o número de mendigos e, entre eles, há bandidos infiltrados”, afirmou o comerciante Vander Elias Martins, 62, que há 30 anos atua no local. Ele disse que em frente ao seu comércio, moradores de rua montam pequenos barracos de papelão e alguns fazem ameaças. “Me sinto coagido a dar cigarro para não ter meu ponto destruído”, disse.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Savassi estima que cerca de 200 pessoas em situação de rua estejam vivendo na região. “Segundo a própria polícia, cerca de 70% deles têm passagem criminal”, contou o diretor da entidade, Alessandro Runcini, que também é presidente da Associação de Moradores e Amigos da Savassi (Amas). Já a PM não confirma a informação.

Itinerante.A ação da PM é chamada de Comando de Companhia Itinerante, e uma primeira edição foi realizada na semana passada no bairro de Lourdes, também na região Centro-Sul. Cerca de dez policiais que atuam na parte administrativa da companhia estarão na praça, com mesas, computadores e formulários para registrar todas as críticas e sugestões. “Em vez de o cidadão se deslocar até o batalhão ou ligar no 190, por que a polícia não se desloca até ele?”, destacou o major Machado.

Ele disse que, com base nos relatos da população, a PM vai “potencializar a patrulha”. Ou seja, a equipe de militares permanecerá a mesma, porém, eles atuaram com foco nos pontos e horários citados pelos moradores como mais perigosos. “O militar já vai sair da companhia com atenção voltada para a ação. Se por acaso tiver uma loja que fecha mais tarde em determinado dia da semana, podemos ir até lá nessas ocasiões e fazer busca e apreensão na região para evitar crimes”.

Estrutura
Serviço. A tenda da Polícia Militar estará montada das 14h às 20h, na praça da Savassi, no quarteirão da rua Antônio de Albuquerque. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) é parceira da ação.


Ações sociais e de segurança

Atuação. A Secretaria Municipal de Políticas Sociais informou que faz regularmente abordagens a pessoas em situação de rua para oferecer apoio, como pernoite em abrigos da prefeitura. Porém, o deslocamento desses moradores só é feito com o consentimento deles. Já quando há obstrução de via pública, como barracos de papelão armados nas calçadas, a prefeitura faz a retirada dos objetos.

Coletiva. A assessoria de imprensa da secretaria informou que dará nesta quinta uma coletiva à imprensa para falar sobre um plano de atuação voltado aos moradores de rua durante a Copa. A secretaria não adiantou como será a ação.

Segurança. O comandante da 4ª Companhia da PM, major Marcellus Machado, também disse que, durante a Copa, o policiamento na Savassi será reforçado com a presença de mais policiais. Mas ele não revelou o tamanho do efetivo.

Olho Vivo. O número de câmeras instaladas na Savassi não foi informado, mas a PM garantiu que todas estão funcionando. 

plantão policial mg- portal o tempo



Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: