Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quarta-feira, 21 de maio de 2014

0 Deputados estaduais cobram do governo mais estrutura para a Polícia Civil

O Plantão Policial MG em outras matérias destacou sobre a demora para recebimento de ocorrências nos plantões, PMs esperam por até 14 horas nas delegacias
 
A falta de integração das polícias Militar e Civil foi destacada por deputados da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa (ALMG) que cobraram nesta terça-feira (20) do secretário estadual de Segurança Pública, Rômulo Ferraz, providências para melhorar os plantões regionalizados da Polícia Civil, feitos após 18 horas e nos fins de semana.
 
O vice-presidente da Comissão, deputado Sargento Rodrigues (PDT), disse que os plantões impuseram “sobrecarga” aos policiais militares, a começar pelos deslocamentos para a ratificação de flagrantes. Nos horários de pico da criminalidade, “uma ocorrência em Aimorés exige 340 quilômetros de ida e volta até Governador Valadares, além de espera de até 14 horas na delegacia”, exemplificou. 
 
Como projeto piloto, o “plantão” foi implantado em Governador Valadares, Guanhães, Muriaé e Ubá. Ferraz disse que o sistema será expandido a mais 50 regionais até 2015. “O custo da estrutura é pequeno. Não estão faltando recursos. É preciso ajuste de gestão. O estado tem consciência de que há muito a fazer”. 
 
O deputado apresentou à cúpula da segurança pública “denúncias graves” feitas por PMs. “O delegado não comparece aos plantões em Ubá. Além de falta grave, isso é improbidade administrativa”, afirmou. A participação dos municípios no financiamento das atividades da Polícia Militar será discutida amanhã pela Comissão de Assuntos Municipais e Regionalização da ALMG.

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: