Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quinta-feira, 29 de maio de 2014

0 Batalhão Copa - PM vai usar capacete com identificação no evento

Policiais militares usarão capacetes com identificação de seus nomes durante a Copa do Mundo.

O Comandante do Batalhão da Copa, Tenente-Coronel Hércules de Paula Freitas, afirmou nesta quarta-feira (28), durante o programa Central 98, da Rádio 98FM, que abordou a questão da segurança durante a competição internacional.

A decisão é uma resposta às críticas de parte da população em relação ao fato de militares atuarem sem a tarjeta de identificação no uniforme durante as manifestações na Copa das Confederações, em junho do ano passado. O nome do policial no capacete inibiria possíveis abusos de autoridade, denunciados durante os protestos.

“Eu, inclusive, tive problemas com isso durante um protesto do 7 de setembro. Às vezes, estamos com a tarjeta, colocamos um colete em cima e ele tampa. Não é esconder. Por isso, grande parte do nosso efetivo estará com identificação refletiva nos capacetes”.

Preparação

Segundo o tenente-coronel Hércules de Paula Freitas, todos os 2.865 policiais do Batalhão da Copa estão recebendo uma preparação especial, inclusive psicológica, para atuar no Mundial. Os militares também estão sendo capacitados por meio de um guia de bolso com frases e expressões que permitem saber como lidar com o turista em diferentes situações, sobretudo nas abordagens.

Outra ação da PM é colocar atendentes que falem espanhol ou inglês no Disque 190. “Também teremos postos no Mineirão, na Fan Fest e em outros locais, onde haverá militares bilíngues fluentes”.

Ao todo, serão mais de 12 mil policiais, divididos em três diferentes forças para fazer a segurança do evento.

Minientrevista - Tenente-coronel Hércules

Algumas câmeras do Olho Vivo estavam fora de funcionamento. Elas foram consertadas para a Copa?
Muitas das câmeras inoperantes foram consertadas. Não direi que foram todas. Mas o número que temos hoje ultrapassa em muitas centenas o que tinham os antes. É o suficiente e são olhos a mais para a PM. Também teremos carros com antenas e postes onde poderemos posicionar esses equipamentos.

A Polícia Militar estuda as torcidas organizadas internacionais, consideradas violentas, como os barra bravas, da Argentina?

A PM já acompanha esses grupos, não só os da Argentina, mas também os hooligans, da Inglaterra. Tem jogo deles em Belo Horizonte. Eles devem vir, mas para qualquer ação deles estaremos preparados.

Com o policiamento concentrado nos locais envolvidos com a Copa, como fica a segurança nos bairros, em regiões fora desse alcance?

O policiamento não será prejudicado. Para isso e por isso teremos policiais a mais na cidade.

Plantão com Portal Hoje em dia

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: