Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





terça-feira, 1 de abril de 2014

0 Ipatinga - “Não houve falha em estratégia de bloqueio”, diz comando da PM

A possibilidade de uma falha na ação da Polícia Militar durante uma perseguição a dois assaltantes no sábado à noite, na BR-458, foi rebatida pelo comandante do 14º Batalhão em Ipatinga, o tenente-coronel Edvânio Carneiro, em coletiva à imprensa nessa segunda-feira (31). 

Comandante do 14º Batalhão em Ipatinga, o tenente-coronel Edvânio Carneiro, em coletiva à imprensa nessa segunda-feira

A fuga alucinante de dois jovens, acusados de roubarem um carro em Iapu, terminou em tragédia após baterem o veículo em que estavam contra um caminhão carregado de bois e explodir. Um adolescente que estava no carro de passeio teve o corpo carbonizado e cinco bois morreram queimados.

Após o fato, a estratégia utilizada pela PM para bloquear os dois infratores foi alvo de duras críticas. Isso porque o motorista do caminhão, ao conversar com a imprensa, contou que teria sido ordenado por um policial a manter o caminhão atravessado na rodovia para tentar parar o condutor do carro roubado.

O comandante Edvânio Carneiro confirmou que um sargento que estava no comando da operação deu a ordem ao caminhoneiro. A primeira medida adotada ao chegar ao local do acidente foi perguntar ao policial se o caminhão estava ali ou se ele havia solicitado ao motorista que fizesse o encurtamento da pista para forçar o condutor do carro roubado a parar. “Não tenho dúvida nenhuma sobre isso. Não foi o motorista que, de propósito, posicionou o caminhão naquele local. O policial é que solicitou que ele o fizesse para provocar uma retenção na pista e propiciar a abordagem dos indivíduos que estavam em fuga”, detalhou o comandante, reforçando que o objetivo era parar os assaltantes. 


Sem riscos
O bloqueio ocorreu em frente a um posto de combustíveis em uma reta da BR-458, na saída de Ipatinga para Caratinga. Embora tenham ocorrido mortes (do adolescente e dos animais), o comandante garantiu que “todo o mecanismo adotado pela PM em bloqueio é de não colocar a vida de outras pessoas em risco.” “Quem decidiu sobre a morte do outro é quem estava dirigindo. Morreu o infrator porque o colega dele não parou. E tinha via de escape que ele podia passar. A alternativa foi dada a ele no sentido de ele parar. Ele é quem não quis essa alternativa”, enfatizou o comandante.

Homicídio
Ainda conforme o comandante Edvânio Carneiro, o adolescente que conduzia o carro roubado estaria planejando ficar com o veículo até conseguir vingar um homicídio ocorrido na última sexta-feira (28).

Plantão com jornal Vale do aço

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: