Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





quinta-feira, 17 de abril de 2014

0 Caratinga - Idosa cai no golpe do botijão de gás

Dois homens se fazendo passar por funcionários da prefeitura roubaram de uma idosa R$300 depois de aplicarem um golpe. O fato ocorreu na última segunda-feira (14). Segundo o boletim policial, os homens disseram à vítima que eram servidores públicos e que estavam ali para fazer uma inspeção no botijão de gás.

Durante a vistoria os golpistas afirmaram que as instalações estavam estragadas e que para repor as novas peças a idosa deveria pagar R$300. “Achei que estava muito caro. Mas ele falou que ‘era muito bom’. Eles me trataram bem, não teve problema nenhum. Porque você sabe que quando entra um, costuma mexer ou bater e eles não, foram muito educados”, disse a vítima.

“São pessoas que geralmente confiam mais nas outras pessoas e não têm maldade. Ela pensou que eles estariam ali trabalhando. Então, ela abriu com a maior boa vontade a porta da sua residência, para eles entraram e fazerem o serviço deles. Ela cooperou achando que eram funcionários da prefeitura, sendo que eles não são”, acrescentou a sargento Rosângela.

Além do prejuízo de R$ 300 pela troca das peças do botijão de gás, quando os golpistas deixavam a casa da aposentada, um deles retornou e pegou mais dinheiro. “Na hora que eles estavam saindo, um dos homens falou com ela que havia esquecido o dinheiro em cima da mesa e retornou. Ao retornar, ele pegou mais R$ 300,00 dentro da bolsa dela”, contou a sargento.

A prefeitura alertou a população que não comercializa produtos ou serviços de porta em porta, e pediu para que os moradores redobrem os cuidados ao atender pessoas estranhas à sua porta.

Golpe do botijão de gás: Como funciona

Os golpistas usam o nome de Institutos ou prefeituras para entrar em residências e cobrar altos valores pela troca de produtos certificados – na maioria das vezes, mangueiras de gás de cozinha e reguladores.

 O regulador de gás é conhecido como “click”, registro ou válvula de gás e serve para abrir e fechar a passagem do gás de cozinha e conecta a mangueira ao botijão.

Segundo relatos de vítimas, os falsos fiscais abordam as vítimas em casa, alegando que estão fiscalizando as instalações do gás. Eles chegam com falsos coletes e crachás e convencem a pessoa a deixá-los conferirem o botijão.

Depois de “analisarem”, os golpistas dizem que o regulador e a mangueira estão com problemas e precisam ser trocados. Chegam a cobrar R$ 300 por um kit que custa, de fato, R$ 22. Se o consumidor não aceitar, ameaçam multar e dizem que há risco de explodir.

É recomendável que o consumidor que for abordado por falsos fiscais, chamar imediatamente a Polícia Militar (telefone 190).



Plantão com Jornal Vale do aço


 

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: