Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

9 Itamonte - Advogada de sobreviventes de quadrilha diz que ação da polícia foi "massacre"

A advogada de integrantes da quadrilha que teve dez integrantes mortos no último sábado (22) por policiais, em Itamonte, na região sul de Minas Gerais, Elizabeth Pezzuol, criticou a ação da polícia. Segundo ela, os suspeitos não estavam com intenção de roubar com violência, mas sim de furtar uma agência bancária.

— Ainda que eles estivessem na cidade para furtar - porque pela hora eles não estava querendo roubar, o roubo exige a violência. Eles estavam na cidade com a intenção de furto, ou seja, sem machucar ninguém, levar o que eles entendiam que podiam.

A defensora ainda chamou de "massacre" a ação da polícia durante o flagrante na praça no centro da cidade de 12 mil habitantes.

— Na concepção legal o crime é impossivel, já que eles estavam sendo monitorados, policiados. Então deram a eles a oportunidade do furto, com a intenção de matar. Porque fecharam ruas com carreta, eles (policiais) não impediram que eles (infratores) entrassem no banco, mas impediram que saíssem a tiros, com bala na cabeça. Isso foi chacina. 
 
"Desalmados"
O superintendente da Polícia Civil de Minas Gerais, Jefferson Botelho, rebateu as acusações. Segundo ele, a ação do do Estado foi legítima. Ainda, conforme Botelho, a resposta foi "positiva" e da própria sociedade.
— O Estado tem a autorização legal no artigo 23 e 25 do Código Penal. Então foi uma ação enérgica, uma resposta positiva, não só do Estado, mas da própria sociedade. São bandidos desalmados, organizados e já contumazes nessa prática de delito.

Os criminosos pretendiam assaltar duas agências bancárias em Itamonte com dinamites e fuzis, mas foram surpreendidos pelos policiais.


Plantão com Portal R7

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

9 comentários:

  1. Tava demorando!! Os fuzis que eles portavam eram pra quê então? Pra brincar de "Bang Bang"?

    ResponderExcluir
  2. Só uma pergunta pra este advogado, quando ele recebe o pagamento para prestar serviço para essas "vitimas da sociedade", o dinheiro é licito? produto do suor das pobres vitimas? ou é do dinheiro, produto dos diversos crimes que estes estão cometendo, agora uma duvida, se eu recebo algum produto ilícito, produto de furto ou roubo, não estaria eu cometendo o crime de receptação? quem são os defensores da lei?

    ResponderExcluir
  3. Pobrezinhos desses bandidos, que dó deles. Ahhhhhh toma vergonha na cara mulher, sem ética, esses bandidos roubam matam para pagar seus honorários, você é tão ruim quanto eles.

    ResponderExcluir
  4. Claro que a Advogada tem que falar algo do tipo senhores, ela os defende. Não significa, e nem ocorrerá, que irá conseguir inocentá-los, mas esta recebendo para ao menos tentar. E no tema dinheiro lícito, se verificarmos de onde vem cada nota que recebemos, seria o mesmo que receber sangue de inocentes. Jesus defendia o pecador e não o pecado. A lei deve ser aplicada e nada mais. A legítima defesa nesse caso foi clara. Vamos torcer para que esta advogada agora tire todos centavos dessa quadrilha.

    ResponderExcluir
  5. Esses Policiais merecem uma estatua cada um e medalha medalha medalha......medalha

    ResponderExcluir
  6. O fato é que a bandidagem está cada vez mais armada e preparada. Porém o ESTADO em ações como esta que deixam os marginais a pensar, QUANDO SERÁ A MINHA VEZ. SEUS MARGINAIS PENSEM NISSO. Parabéns a todos que praticam o bem!!!! Defendendo a população ordeira. Fica a dica, para acharem que é massacre, evitem os delitos. OK.

    ResponderExcluir
  7. É estou ficando velho mesmo,pois nos meus 21 anos de polícia,nunca vi, ir furtar armado de fuzil,com dinamite,pistolas e coletes a prova de bala.
    Que advogada feita nas coxas ela teve ter estudado na universidade PPPF,Papai,Pagou,Passou e Formei.
    Parabéns aos guerreiros ocorrência nota 1000!

    ResponderExcluir
  8. tinha que ter um "massacre desse por dia"!!!

    ResponderExcluir
  9. É uma dó essa tal advogada não estar dentro da agência bancária, fazendo algum saque, no momento em que esses bandidos chegaram e tê-la feito refém, para ela cagar nas calças de medo (kkkkk) e implorar para não morrer, em meio ao fogo cruzado. Aí eu queria ver se ela ainda ia ter a cara de pau para defender esses demônios e criticar a ação legítima da polícia!!!

    ResponderExcluir