Plantão Policial MG

Seu site de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

Rede Gerais





terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

0 Grande BH - Polícia prende quadrilha suspeita de roubos de carga

Grupo já roubou cerca de R$ 2 milhões em cargas em 2014, diz delegado.

Nove homens foram presos em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em roubo de cargas. De acordo com o delegado Hugo Arruda, o grupo roubou, desde o começo do ano, uma quantidade de produto avaliado em R$ 2 milhões. Oito dos suspeitos foram apresentados pela polícia nesta segunda-feira (17) no Departamento de Investigações de Crimes Contra o Patrimônio, em Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Civil, os criminosos agiam em Ubá, Manhuaçu, Conselheiro Lafaiete, Betim, Sete Lagoas e Contagem. Eles estavam sendo investigada há dois meses. O delegado explicou que a ação dos assaltantes era planejada de acordo com a rota de entrega de uma empresa de cigarros. “Eles tinham informações internas, de procedimentos de segurança, inclusive”, disse.

De acordo com as investigações, eles abordavam o caminhão no meio da estrada e, para deixar o motorista incomunicável, usavam um aparelho que bloqueia o sinal de celular em um raio de 500 metros. A carga era toda transferida para outro caminhão e levada para uma casa em Esmeraldas, local onde o grupo foi encontrado.

A prisão ocorreu depois de um roubo na última quinta-feira (13), em Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Belo Horizonte. Como o caso já estava sendo investigado há um tempo, a polícia foi até o local onde desconfiava ser o depósito das cargas roubadas e prendeu parte da quadrilha.

Dois dos suspeitos estavam chegando na casa com o produto furtado e trocaram tiros com a polícia ao perceberem a presença da corporação. A dupla acabou sendo detida quando um deles foi atingido no abdômen. O suspeito está hospitalizado.

A Polícia Civil informou que ainda está investigando o grupo, principalmente por saber que existem mais pessoas envolvidas no esquema. “Inclusive funcionários dessa empresa, que podem estar ajudando a quadrilha”, disse o delegado. Além de furto de cigarros e isqueiros, há suspeitas de que o grupo também realizava roubos de aparelhos eletrônicos.

Dos nove detidos, sete têm passagem pela polícia por crimes como roubo, homicídio, abuso sexual e porte ilegal de armas. Eles serão indiciados por roubo qualificado e formação de quadrilha armada. O suspeito que trocou tiros com a polícia também responderá por tentativa de homicídio qualificado.

Além de parte da carga roubada ter sido recuperada, a polícia apreendeu com a quadrilha seis celulares, duas armas, munição, dois carros e um caminhão clonados.

Plantão com Portal G1

Sobre o autor:

Site Dedicado aos profissionais de Segurança Pública
Previous Page Next Page Home

Regras Comentário: Não serão aceitos comentários que contenham palavrões, ofensas pessoais ou expressões que tenham por intuito ridicularizar outros leitores

0 comentários: